Saiba como criar uma horta comunitária

Roteiro foi elaborado pelo grupo Hortelões Urbanos

Roteiro foi elaborado pelo grupo Hortelões Urbanos (www.facebook.com/groups/horteloes)

1) Encontre um espaço

Pode ser uma praça, um quintal, a lateral de uma calçada, uma calha, um telhado ou qualquer canto da sua cidade que você gostaria de produzir algo e que tenha acesso a água boa.

2) Converse com as pessoas

Visite as hortas que já existem, converse com quem idealizou e que toca as hortas e reflita sobre as múltiplas visões. Encontre voluntários dispostos a cuidar da horta cotidianamente, revezando-se para que a cada dia alguém esteja lá pelo menos por alguns minutos.

3) Entenda por quê

Seja curioso! Busque conhecer diferentes plantas e tipos de solo e avalie até onde você pode ajudar. Você será responsável por cada orégano que houver ali.

4) Use mapas

Desenhe sua horta e imagine como gostaria que ela fosse. Faça um mapa dos amigos que ajudarão e dos recursos que precisará. Saiba quem são os parceiros pessoais e institucionais, onde eles estão e como é a melhor forma de acessá-los.

5) Mão na massa

Escolha um dia com sol leve. Chame um mutirão de gente que quer trabalhar, conversar, fazer plaquinhas, ensinar as crianças, colocar a mão na terra e conhecer novas pessoas. Todos são bem-vindos!

6) Cuide da sua horta

Ela precisará ser regada, receber atenção periódica e ser adubada e manejada a cada mês. Seus temperos serão mais saborosos, suas alfaces mais bonitas e seus tomates mais vermelhos.

7) Dê tempo ao tempo

Entenda e interaja com sua horta. Cada coisa terá seu tempo para crescer e umas crescerão mais vigorosas que outras. Veja que planta combina com a outra e observe as fases da lua. Plante mudas novas e veja o que acontece!

8) Escreva o que você fez

Faça um blog, um diário de plantio ou anote num caderno. Compartilhe seus sucessos, desafios, coisas que não deram certo e métodos infalíveis. Muita gente quer saber o que você faz e quer se aproximar de você.

9) Celebre a abundância

Você tem muitas coisas ao seu redor, desde pessoas incríveis a uma quantidade enorme de recursos. Festeje suas conquistas com todos aqueles que ajudaram no processo, fazendo desde festas da colheita a picnics de troca de mudas.

10) Divirta-se!

Aproveite, experimente, seja ousado e não tenha medo de errar. Faça isso com prazer. Você virará um pai ou mãe “coruja” quando acompanhar a primeira berinjela crescendo.

(Foto: Pops Lopes)

novos anunciantes